Colagens de Silvio Alvarez no Conjunto Nacional

mm2“Não desejo apenas que as pessoas vejam e apreciem quadros, quero que elas saiam da minha exposição com vontade de produzir colagens”. 

Exposição mostra as obras do artista plástico paulistano e permite interação entre o público e ele, que explica seus métodos de trabalho.

O artista plástico Silvio Alvarez inaugura no dia 16 de outubro a exposição Colagens de Silvio Alvarez, na qual mostrará obras inéditas e outras feitas anteriormente, incluindo releituras no formato colagem de pinturas célebres oriundas de diferentes movimentos artísticos.

A entrada é gratuita, e o local é o Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, onde ficará até o dia 29 de outubro. O artista estará presente, produzindo novas obras e interagindo com o público.

A arte entrou na vida de Silvio Alvarez de forma curiosa. Por volta de seus 25 anos de idade, ele teve sérios problemas de saúde de fundo emocional. A saída para essa crise pessoal surgiu ao se voltar para a colagem como instrumento de arte terapia. Mal sabia ele que, na verdade, esse seria o início de uma nova etapa de sua existência. Detalhe: o cara nunca havia se interessado de fato por essa área da atividade cultural anteriormente.

A partir de 1989, Silvio passou a se dedicar às artes plásticas com força total. Ele define como sua principal matéria-prima a paciência, usando imagens recortadas de revistas e valendo-se de técnicas descobertas na prática, com o decorrer dos anos.

A partir de 2000, realizou exposições de suas obras em estações do Metrô de São Paulo, no Terminal Rodoviário do Tietê, Aeroporto de Guarulhos e há quatro anos no Conjunto Nacional de São Paulo, onde realiza exposições anuais. Sua intenção é sempre ver seu trabalho exposto em locais de fácil acesso ao público em geral.

Paralelamente, desenvolve desde 2007 projetos de oficinas de colagem para inúmeras unidades do Sesc. A partir de 2009, realizou projetos para diversas empresas nas áreas de sustentabilidade e educação. Ele participou de importantes exposições coletivas no Carrousel Du Louvre, em Paris, e na Ava Galeria, em Helsinque, Finlândia.

Se tudo isso não fosse o bastante,  Silvio Alvarez ainda criou o projeto Artistas do Futuro, que desde 2006 atendeu com oficinas de colagem mais de 25 mil pessoas de todas as faixas etárias, especialmente crianças da rede pública de ensino. A ideia é disseminar a arte e permitir que outras pessoas também possam encontrar seus caminhos a partir dela.

Nascido em São Paulo, ele mora há 20 anos na estância turística de Joanópolis (SP).

Exposição Colagens de Silvio Alvarez no Conjunto Nacional – De 16 a 29 de outubro de 2016
Av. Paulista 2073 – Consolação – São Paulo.
A exposição acontece na saída para a Rua Augusta.
Entrada gratuita
Horário de visitação: De segunda a sábado das 7h às 22h
Domingos e feriados das 10h às 22h

Algumas das obras que serão expostas:

Passarinhos – collage sobre MDF – 100 x 100 cm – 2016 – com inspiração na canção “Passarinhos”, de Emicida.
Jardim das Delícias – collage sobre MDF – 150 x 150 cm – 2016 – releitura livre da parte central do tríptico “O Jardim das Delícias Terrenas”, obra de Hieronymus Bosch.
Favela de Magritte  – collage sobre MDF – 100 x 100 cm – 2016 – releitura livre da obra “Castelo dos Pirineus”, de René Magritte.
Recortando Pollock – collage sobre MDF – 70 x 50 cm – 2016 – releitura livre da obra de Jackson Pollock

Foto: Zé Goulart

Facebooktwittergoogle_plusmail

About Dina Barile

Recebi o título de Doutora em Viajologia, depois de viajar por 127 países e pisar em todos os continentes. Sou a primeira e única mulher brasileira a ter estado na ESTRATOSFERA. Experimentei a Culinária de todos os países por onde passei. Expert nos temas Turismo, Gastronomia e Beleza, convido todos os leitores para um Passeio Turístico e Gastronômico por todos os Continentes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*