O desfile das Campeãs de SP 2017 num Camarote do Bar Brahma lotado e um Sambódromo com muitos lugares vazios

O Sambódromo do Anhembi não chegou a lotar para o desfile das Campeãs de 2017 do Carnaval de São Paulo, ontem, sexta-feira, e na madrugada de sábado. Mas quem enfrentou a chuva e se arriscou a ir, pode se emocionar com alguns dos melhores espetáculos da festa do Rei Momo.

Enquanto isso, o Camarote do Bar Brahma bombou mais do que nos 2 primeiros dias de carnaval. Os shows de Sérgio Loroza, Margareth Menezes e Sandra de Sá e do Dennis animaram os convidados com muita música boa.

Sete escolas de samba voltaram ao Anhembi, para o Desfile das Campeãs. Os desfiles começaram às 22h e quem abriu a noite de desfiles foram as escolas que estarão no Grupo Especial em 2018.

A primeira foi a Independente Tricolor, vice-campeã do Grupo de Acesso, seguida pela campeã  X-9 Paulistana. A X-9 retorna ao Grupo Especial após cair em 2016 para o Grupo de Acesso. Também será o ano da estreia da Torcida Tricolor Independente na elite do Carnaval.

Na sequência desfilaram as cinco primeiras colocadas do Especial em ordem inversa à sua classificação:  Rosas de Ouro, Império de Casa Verde, Vai-Vai, Dragões da Real, e a campeã, Acadêmicos do Tatuapé.

Foram rebaixadas a Águia de Ouro e a Nenê de Vila Matilde. A primeira cantou em defesa dos animais e a Nenê contou a história de Curitiba.

A escola de samba Acadêmicos do Tatuapé, na foto acima, ficou com o título desse ano após empatar com a Dragões da Real com 269,7 pontos. O desempate somente ocorreu nas notas do quesito Samba-enredo, em que a Dragões pontuou menos do que a campeã.

A Acadêmicos do Tatuapé, que foi vice-campeã em 2016 e voltou ao Especial em 2013, conseguiu seu primeiro título neste ano de 2017.

Enquanto as escolas desfilavam debaixo de chuva, os convidados do Camarote do Bar Brahma se divertiam bem abrigados, curtindo os show, aproveitando as bebidas, comidas deliciosas e muita alegria.

Estiveram presente no Camarote desde ex-BBBs até bailarinas do Faustão e atores da Globo. Vejam abaixo:

Na ordem: Os atores Paulinho Vilhena e Cacau Protásio, as irmãs Ana Paula e Tati Minerato, sete das bailarinas do Faustão, Mauro e Patricia Naves,  os ex-BBBs Elieser e Kamilla Salgado, e Amanda Djehdian, e os ginastas que tantas alegrais nos deram nas Olimpíadas: Arthur Nory e Diego Hypolito

 

     

 

   

                                                                                                 ‘

A seguir, momentos especiais do desfile da Escolas Campeãs.

0h – Rosas de Ouro

 

A Rosas de Ouro, que se destacou no desfile de sábado passado porque mostrou um casamento em plena avenida, ficou em 5o. lugar, por seu enredo sobre a importância dos banquetes para o convívio das pessoas.

Com 20 alas e cinco alegorias, e 2.800 componentes, a Rosas de Ouro contou a história dos banquetes na humanidade, desde os deuses do Egito Antigo e de Roma, até as reuniões religiosas e comemorações modernas. O enredo foi apresentado como “Convivium — Sente-se à mesa e saboreie”.

Os 275 ritmistas da Bateria da Rosas de Ouro desfilam fantasiados de Mestre Cuca, tendo à frente a madrinha Ellen Roche.

Sete vezes campeã do carnaval paulista, a Rosas de Ouro melhorou seu posicionamento em relação a 2016, quando ficou na décima primeira colocação.

1h – Império de Casa Verde

 

A Império de Casa Verde foi a quarta-colocada com um enredo sobre a paz e a união entre homens e o planeta, “Paz. O Império da nova era”, e não decepcionou seus torcedores. A escola tinha conquistado seu terceiro título no Carnaval de 2016.

A comissão de frente, representando moléculas que unem para formar um novo ser, era acompanhada de uma alegoria com um anjo no topo, que comandava os movimentos dos demais integrantes.

Livia Andrade (à esquerda, na foto abaixo) usou uma fantasia diferente daquela usada na 2a. noite de desfile. Valeska Reis, (à direita) é a rainha da bateria da Império de Casa Verde.

 

A escola sempre apostou em grandes carros alegóricos, com alegorias luxuosas, repletas de movimentos e coreografias de seus integrantes. O destaque desta feita foi um grande tigre alado, com 60 metros de comprimento e 15 metros de altura, com o tigre símbolo da Império, outro carro que chamou a atenção foi a representação da mãe natureza, que piscava e abria as mãos.

O primeiro casal de mestre-sala e porta bandeira, Rodrigo Antonio e Jéssica Gioz, passou mal de exaustão após chegar à dispersão, mas conseguiram aguentar o desfile inteiro.

                                                                                             ‘

2h – Vai-Vai

 

Maior campeã do carnaval paulistano com 15 títulos, a Escola  lembrou os 30 anos da morte da Mãe Menininha do Gantois, matriarca do candomblé no Brasil que viveu em Salvador, levando orixás ao Anhembi e apresentando o enredo “No Xirê do Anhembi, a Oxum mais bonita surgiu…Menininha, mãe da Bahia – Ialorixá do Brasil”.

Ao longo do desfile, a escola da Bela Vista mostrou nas fantasias e alegorias os Orixás que representam a terra, o fogo, o ar e a água, de Obatalá, o deus da criação, a Oxóssi, o orixá da caça e das florestas.

O enredo era “No xirê do Anhembi, a Oxum mais bonita surgiu – Menininha, mãe da Bahia – Ialorixá do Brasil”. Mas o desfile mostrou mais os elementos da religião do que a trajetória dela.

O último carro mostrou a casa de Candomblé de Maria Escolástica da Conceição Nazaré, a Mãe Menininha. Ela é considerada filha de Oxum, que é orixá das águas e dos rios. Por isso o carro tinha água caindo ao seu redor.

3h – Dragões da Real

Dragões da Real faz homenagem ao povo nordestino através da canção ‘Asa Branca’ e com o tema .

A escola chegou empatada na pontuação final do concurso deste ano com a Acadêmicos do Tatuapé, e pelo critério de desempate, estabelecido por sorteio, ficou com o vice-campeonato do Grupo Especial. Sem mágoa, demonstrou muita alegria e vibração pelo vice, e sob a voz de seu intérprete, Renê Sobral, levantou novamente o povo nas arquibancadas com o tema “Dragões canta Asa Branca”.

O tema foi inspirado no clássico “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, para falar do Nordeste e da vida difícil do sertanejo.

A bateria da Dragões caprichou nas bossas, paradas e também fez coreografias. Simone Sampaio desfilou pela 6ª vez como rainha da bateria da Dragões, que veio com os 220 ritmistas vestidos de vaqueiros, com uma versão estilizada do gibão.

4h – Acadêmicos do Tatuapé

A Acadêmicos do Tatuapé é a escola campeã do carnaval 2017 de São Paulo com uma homenagem à Mãe África.

A escola  conquistou, no quesito samba-enredo, o primeiro critério de desempate, o inédito título de campeã do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo apresentando o tema “Mãe África conta a sua história: Do berço sagrado da humanidade à abençoada terra do grande Zimbabwe”.

Rebaixada do Grupo Especial em 2006, a escola caiu para a terceira divisão do samba paulistano, três anos depois.

Mas em 2010 conquistou  o título do Grupo 1. O ano de 2013 marcou o retorno para o Especial. já no ano passado, se saiu muito bem, conquistando o vice-campeonato.

A Tatuapé fez uma exaltação do povo africano, de sua cultura e dos seus deuses e suas fantasias representavam os diferentes grandes reinos da história do continente e seus países atuais, além das religiões africanas, como o candomblé, o cristianismo e o islamismo.

A diva da bateria da Acadêmicos do Tatuapé, Sabrina Boing Boing, causou nesta semana passada, caminhando nua pela avenida Paulista, em comemoração ao título da escola, como havia prometido.

Fotos de: D e i v i d    C o r r e a,  D i n a   B a r i l e     e     C e s a r   A u g u s t o    H i p o l i t o

Facebooktwittergoogle_plusmail

About Dina Barile

Recebi o título de Doutora em Viajologia, depois de viajar por 127 países e pisar em todos os continentes. Sou a primeira e única mulher brasileira a ter estado na ESTRATOSFERA. Experimentei a Culinária de todos os países por onde passei. Expert nos temas Turismo, Gastronomia e Beleza, convido todos os leitores para um Passeio Turístico e Gastronômico por todos os Continentes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*