Redução de mama estando acima do peso: saiba se é possível e quais são as consequências

Veja a viabilidade da mamoplastia de redução e analise seu caso em especial

A redução de mama estando acima do peso não é incomum. Na verdade, centenas de mulheres procuram pelo procedimento anualmente no Brasil. As queixas principais envolvem desconforto ao vestir roupas e até mesmo dores nas costas, e por essas e várias outras razões, a cirurgia é até mesmo indicada.

Deve ser mencionado também que a mamoplastia redutora — como este procedimento também é conhecido — é um dos principais tratamentos médicos que ajudam a garantir a saúde da mulher que apresenta seios avantajados, e portanto, deve ser visto com naturalidade.

Em todo o mundo essa cirurgia plástica é realizada sem grandes complicações em mulheres de praticamente todas as faixas etárias, sendo mais comum naquelas que se encontram na meia idade e sofrem mais com a situação.

Abaixo, falaremos mais sobre a viabilidade da cirurgia e sobre algumas das principais consequências que podem acometer aquelas que optam pelo procedimento estético e funcional.

Pronta para saber mais a respeito? Continue sua leitura até o final!

É realmente possível fazer a redução acima do peso?

A redução dos seios para quem está no sobrepeso não só é possível, como é realizada com grande frequência, conforme citamos anteriormente.

Anualmente muitas mulheres optam e são bem-sucedidas no procedimento que garante mais qualidade de vida e autoestima para aquelas que buscam mais facilidade para encontrar roupas e até mais conforto para se movimentar.

Para as mulheres que apresentam seios grandes e dores frequentes nas costas, deve ser mencionado que essas dores praticamente somem por completo após a cirurgia — desde que elas não estejam relacionadas com outro problema, como hérnia de disco entre outros fatores.

Mulheres de várias idades fazem o procedimento e dificilmente apresentam complicações. A única coisa que deve ser mencionada claramente são as recomendações sobre emagrecimento posterior e demais fatores sobre o pré e pós-operatório.

Vamos a esses pontos.

As principais consequências do procedimento

As consequências estéticas naturalmente ficam dentro do esperado. É removida a flacidez da região e o tamanho é reduzido para os padrões que a paciente optou antes da cirurgia.

Entretanto, apesar do sobrepeso não ser um fator que impeça o procedimento estético ele sempre deve ser levado em consideração para o futuro — especialmente por aquelas mulheres mais jovens que estão pensando em emagrecer posteriormente.

Caso após a cirurgia de redução de mama a mulher venha a perder alguns quilos, pode ser que a flacidez volte, uma vez que as mamas são compostas das glândulas mamárias e também de tecido adiposo (gordura).

Seu cirurgião plástico deve orientar sobre esses aspectos e informar sobre essa possível consequência. Note que não acontecerá nada de anormal ou nenhum problema esteticamente grave.

Contudo, é sempre bom saber sobre esse detalhe antes de entrar no consultório. Por essa razão, na maioria dos casos, é recomendada para mulheres mais jovens o emagrecimento anterior a cirurgia para evitar este aspecto do procedimento.

Quais são as principais indicações?

As principais indicações envolvem todas aquelas mulheres que apresentam seios maiores que o normal. Apresentar flacidez ou caimento da mama também é outro aspecto que deve ser mencionado, uma vez que o caimento excessivo pode provocar problemas de autoimagem e diversos desconfortos físicos.

Quanto a indicação de faixa etária, geralmente os especialistas recomendam que a mulher já tenha desenvolvimento completo das mamas antes de se submeter à cirurgia.

Ter pelo menos 17 anos de idade é um requisito básico. Entretanto, alguns cirurgiões optam pela maioridade ou por um período mais tardio para ter certeza da segurança do procedimento — acima dos 21 anos, dificilmente existem restrições.

A única ocasião em que este requisito é eliminado é no caso de dores excessivas na região das costas e na dificuldade de mobilidade da paciente. Nesta situação, o caso é avaliado com mais profundidade e as devidas medidas são analisadas e tomadas para garantir a saúde da mulher.

Lembrando que a redução de mama é realizada principalmente de acordo com a dimensão do tórax e tamanho dos seios. A paciente participa de todo processo e também denomina um número que seja adequado para seu conforto.

Após estas definições, tudo é analisado e conversado até o prosseguimento para mesa de cirurgia.

Como a mamoplastia de redução é feita?

A redução é realizada com uma incisão que ajuda a remover parte do tecido mamário, pele e gordura da região. Posteriormente, há um trabalho de remodelação por parte do cirurgião plástico que garante o resultado estético almejado.

A complexidade varia de acordo com o tamanho da redução e de cada caso em especial. Normalmente a cirurgia dura até 3 horas e é realizada sob anestesia geral.

Normalmente, há necessidade de internação por um período de 24 horas após a cirurgia para observação.

Quais são os requisitos para se submeter à cirurgia?

Além do completo desenvolvimento das mamas, é preciso estar com a saúde em dia antes de se submeter ao procedimento.

O cirurgião solicita uma bateria de exames no pré-operatório que devem ser realizados à risca. Há necessidade para uma análise sanguínea completa, além de exames de imagem e de uma possível coleta de urina.

Eletrocardiograma também pode ser necessário e solicitado pelo médico. Sem ele, a avaliação cardíaca não acontece e impossibilita todo o prosseguimento.

Esses exames variam de acordo com cada médico e principalmente de acordo com cada caso. Entretanto, toda esta fase é considerada “padrão” e bem semelhante as mais variadas cirurgias que existem.

Não apresentando nenhum problema nos exames, a paciente está pronta e apta a passar pelo procedimento estético.

Lembrando que mulheres grávidas (ou após gravidez) não podem em hipótese alguma realizar a mamoplastia de redução. Quem possui diabetes, hipertensão e outras doenças crônicas não possui indicação para realizar a cirurgia.

Este foi o nosso post de hoje sobre a redução de mama para quem está acima do peso! Ficou com alguma dúvida? Não deixe de comentar logo abaixo — estamos à disposição!

Crédito da imagem: pexels.com

About Dina Barile

Recebi o título de Doutora em Viajologia, depois de viajar por 134 países e pisar em todos os continentes. Sou a primeira e única mulher brasileira a ter estado na ESTRATOSFERA. Experimentei a Culinária de todos os países por onde passei. Expert nos temas Turismo, Gastronomia e Beleza, convido todos os leitores para um Passeio Turístico e Gastronômico por todos os Continentes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*