Superprodução sobre a vida e legado de Ayrton Senna estreia em São Paulo

Espetáculo musical inédito entra em cartaz no dia 16 de março, no Teatro Sérgio Cardoso, e conta com muitos efeitos especiais e acrobacias

Conhecido mundialmente como um dos maiores pilotos de Fórmula 1 de todos os tempos, Ayrton Senna inspirou gerações. Mas é a essência da personalidade e caráter de Ayrton, com espírito guerreiro e de solidariedade, o humor, amores e a relação com a família que o público poderá conhecer melhor em “Ayrton Senna, o musical”, produção da Aventura Entretenimento e Aventura Teatros, em parceria com a Família Senna e apresentado pelo Bradesco. O musical, com direção de Renato Rocha, entra em cartaz no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo, no dia 16 de março.

O projeto tem patrocínio da Atlas Schindler, BMA, Rede D’Or São Luiz, Riachuelo, Sem Parar e Volkswagen Financial Services, apoio da Alelo, Momenta Farmacêutica, Timken e White Martins e aAvianca como transportadora oficial.

A superprodução reúne 26 atores em um espetáculo diferente, para toda a família, que conta a história por meio de acrobacias e efeitos especiais, integrando música, dança, teatro e circo.

Com texto e músicas inéditas de Claudio Lins e Cristiano Gualda, que dão o tom para contar a carreira do piloto por meio de uma linguagem artística, a trama acontece com duas histórias paralelas. De um lado temos Hugo Bonemer (Hair, Yank!, Rock in Rio, o musical e A Lei do Amor) como o Ayrton Senna, o atleta focado, perfeccionista, competitivo e louco por vitórias e do outro lado temos João Vitor Silva (Verdades Secretas e Rock Story) como Beco – apelido de Ayrton entre os mais próximos –, um jovem paulistano que trabalha com a família, com sonhos, valores e ideais. “Quisemos contar a história de uma pessoa comum que virou um herói nacional. E o Ayrton era isso, uma pessoa com dúvidas, medos, mas também inspiradora, que corria muito atrás dos seus sonhos e chegou no topo”, diz Claudio Lins. A narrativa traz grandes momentos da carreira e da vida de Ayrton Senna, como a relação dele com os pais e a emblemática vitória em Interlagos em 1991.

O espetáculo começa na última corrida de Ayrton, em Ímola, na Itália, e desenvolve com o que pode ter passado pela cabeça de Ayrton naquelas últimas cinco voltas. “É como se nessas últimas voltas ele se lembrasse dos principais momentos da vida dele, como uma retrospectiva”, comenta Aniela Jordan, sócia-diretora da Aventura Entretenimento. Cenários, sons e luzes envolvem e levam o público para dentro de uma corrida de Fórmula 1. Números aéreos e acrobacias representam no palco a velocidade que fazia parte da vida de Senna.

Responsável pela direção do espetáculo, Renato Rocha desenvolveu carreira internacional por quase 10 anos e é reconhecido por unir circo e teatro. O artista criou espetáculos em Londres (para a Royal ShakespeareCompany, The Roundhouse, LIFT (Festival Internacional de Teatro de Londres) e Circolombia), para a Bienal Internacional de Artes de Marselha, Teatro Nacional da Escócia, Festival Internacional de Dança de Leicester, União Européia e Unicef. “Para fazer um espetáculo sobre o Senna precisávamos usar muita velocidade, sons e luzes. Temos um espetáculo com muitos números aéreos e pendulares. Juntamos ferramentas de várias plataformas – teatro, o circo, a música e a dança – para essa grande homenagem a um dos nossos maiores heróis”, comenta o diretor.

Lavínia Bizzotto é a coreógrafa responsável pela construção e direção dos movimentos do espetáculo. A bailarina, atriz e coach corporal já ministrou cursos de dança contemporânea para a Intrépida Trupe e Cia de Dança Deborah Colker e traz toda a sua experiência para esta montagem. “Trabalhamos muito para a construção de uma coreografia forte, rápida e intensa”, comenta Lavínia. Para suporte circense à produção, Rodolfo Rangel integra a equipe como coach de acrobacia. O brasileiro integra a equipe de criação do Cirquedu Soleil e comanda o desenvolvimento acrobático do elenco. “Temos oito acrobatas já experientes no elenco e, além deles, aproveitamos para também capacitar alguns artistas que já têm uma aptidão física para a realização de alguns movimentos acrobáticos corretamente e com segurança”, disse Rodolfo.

No cenário, Gringo Cardia traz a referência às pistas de Fórmula 1 com os elementos que pertencem ao mundo da velocidade, como pneus, capacetes, boxes e faixas. Um pneu com 6m de altura e 3,5m de comprimento é um grande elemento acrobático em movimento e utilizado para as coreografias. Completam o cenário um painel de LED com 6m x 7,5m de altura e boxes – simulando garagens da F1 – montados nas laterais do palco, que abrigam a banda.

Para trazer o ar das passarelas para o palco, Dudu Bertholini assina o figurino do espetáculo. “Esse musical fala sobre o que o Senna representa para todos nós e ele representa superação, coragem, vitória e enfrentar os medos. Isso tudo é uma leitura mais sonhadora, mais poética, então tivemos a possibilidade de criar uma linguagem para esse musical que é o que a gente faz na passarela também”, conta o estilista. Para sustentar as coreografias rápidas e os movimentos acrobáticos, Dudu recorreu à tecnologia para a confecção das peças.  “Um exemplo é o macacão de piloto – que reproduzimos na forma – e colocamos tacos de malha na lombar, nas entrepernas e axilas para que eles possam executar os movimentos. Escolhemos matérias-primas que têm essa funcionalidade e esse conforto”, explica Bertholini.

Completam a equipe criativa o diretor musical Felipe Habib, a criação sonora de Daniel Castanheira, desenho de som do Carlos Esteves, desenho de luz de Renato Machado e o visagismo de Anderson Montes.

Sobre a Aventura Entretenimento:

Produtora de grandes sucessos musicais, a Aventura Entretenimento está há nove anos no mercado, investindo no crescimento e na modernização do setor. Neste período, os espetáculos criados no país ampliaram sua estrutura, ganharam espaço no mercado e poder de atração entre espectadores e investidores. A empresa dos sócios Aniela Jordan, Fernando Campos, Luiz Calainho e Patrícia Telles é responsável por grandes sucessos como Elis, A musical, Chacrinha, o musical, Um Violinista no Telhado, Hair, A Noviça Rebelde, Sete – O musical, O Mágico de Oz, Rock in Rio – O Musical, entre outros, levando mais de 2 milhões de pessoas ao teatro. Em agosto de 2016, a Aventura inaugurou o Teatro Riachuelo Rio.

Sobre a Aventura Teatros:

Braço da Aventura Entretenimento, a Aventura Teatros tem como sócios Aniela Jordan, Fernando Campos, Luiz Calainho e Patrícia Telles, e visa desenvolver uma rede de teatros em todo o Brasil, como Teatro Riachuelo Rio.

Sobre o Instituto Ayrton Senna:

Há mais de 20 anos, o Instituto Ayrton Senna contribui para ampliar as oportunidades de crianças e jovens por meio da educação. Nossa missão é desenvolver o ser humano por inteiro, preparando para a vida no século 21 em todas as suas dimensões. Impulsionados pela vontade do tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna de construir um Brasil melhor, atuamos em parceria com gestores públicos, educadores, pesquisadores e outras organizações para construir políticas e práticas educacionais baseadas em evidências. Estamos em permanente processo de inovação, continuamente investigando novos conhecimentos para responder aos desafios de um mundo em constante transformação.

Partindo dos principais desafios da educação identificados por gestores e educadores com quem trabalhamos no dia a dia, produzimos, sistematizamos e validamos conhecimentos críticos para o avanço da qualidade da educação, em um trabalho conjunto com as redes públicas de ensino. Todo o conhecimento produzido é compartilhado com mais atores por meio de iniciativas de formação, difusão, cooperação técnica e transferência de tecnologia.

Nossas ações são financiadas por doações, recursos de licenciamento e por parcerias com a iniciativa privada. Considerando iniciativas voltadas para o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, estamos em 18 Estados e mais de 660 municípios, apoiamos a formação de cerca de 50 mil profissionais por ano e beneficiamos a educação de mais de 1,5 milhão de alunos por ano.www.institutoayrtonsenna.org.br

 

Sobre o Bradesco Cultura:

Commais de 350 projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. O Banco apoia iniciativas que contribuam para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de Norte a Sul do país, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte. Com apoio a eventos regionais, museus, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros, a instituição possui, ainda, uma plataforma de namingrights com o Teatro Bradesco, que conta com unidades em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Já passaram pela Temporada Cultural do Bradesco de 2017 as exposições Anita Malfatti, Antônio Gaudi, Steve Jobs, Van Gogh, Yoko Ono, os espetáculos “LesMisérables”, “O Homem de La Mancha”, o Festival Amazonas de Ópera, o Forrozão do Galo de Recife e as festas de São João de Campina Grande e Caruaru.

 

Ficha Técnica

Texto e composições originais – Claudio Lins e Cristiano Gualda

Direção – Renato Rocha

Direção Musical – Felipe Habib

Criação Sonora – Daniel Castanheira

Cenografia e Direção de Arte – Gringo Cardia

Figurino – Dudu Bertholini

Coreografia – Lavínia Bizzotto

Desenho de Som – Carlos Esteves

Desenho de Luz – Renato Machado

Produção de Elenco – Marcela Altberg

Direção Técnica de Efeitos de Voo e Rigging Designer – Vincent Schonbrodt

Supervisor de Efeitos de Voo e Rigging Designer – Daniel Araújo

Assessoria de Acrobacia e Coach – Rodolfo Rangel

Assistente de Direção e Diretor Residente – Pedro Rothe

2° Assistente de Direção – Matheus Brito

Assistente de Direção Musical e Preparadora Vocal – Aurora Dias

Assistente de Arranjos e Pianista Condutor – Gustavo Salgado

Assistente de Cenografia – Jackson Tinoco

Assistente de Figurino – Cinthia Kiste

Assistente de Coreografia – Roberta Serrado

Elenco: Hugo Bonemer, Victor Maia, João Vitor Silva, Lucas Vasconcelos, Pepê Santos, Will Anderson, Leonardo Senna, Adam Lee, Ivan Vellame, Kiko do Valle, Natasha Jascalevich, Estrela Blanco, Karine Barros, Lana Rhodes, Bruno Carneiro, Douglas Cantudo, Juliano Alvarenga, MarcellaCollares, Marcelinton Lima, Olavo Rocha, Laura Braga, João Canedo, Gabriel Demartine, Paula Raia, NorranaHadassa e Pedro Valério Lopez.

Banda: Evelyne Garcia – Piano e Teclado / Regente | Diego Soares – Bateria e Eletrônicos / Regente | Thiago Vieira – Guitarra | Vini Lobo – Baixo e Sintetizador | Elias Correa – Trombone | Vander Nascimento – Trompete e Flugel | Daniel KaeserMerola – Saxofones e Clarinete | Daniel Castanheira – Samplers e Sintetizadores.

SERVIÇO – AYRTON SENNA, O MUSICAL

Local: Teatro Sérgio Cardoso – Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista – São Paulo / SP

Temporada: de 16 de março a 3 de junho

Horários: Quinta e sexta às 20h30; sábado às 17h e 21h; domingo às 18h30

Vendas: ingressorapido.com.br

Preços:Sexta: Plateia VIP – R$100 | Plateia – R$80 | Balcão – R$50

Sábado (21h): Plateia VIP – R$150 | Plateia – R$120 | Balcão – R$70

Sábado (17h) e Domingo (18h30): Plateia VIP – R$130 | Plateia – R$100 | Balcão – R$60

Capacidade: 835

Duração: 2h20 (com 15 min de intervalo)

Classificaçãoetária: Livre

About Dina Barile

Recebi o título de Doutora em Viajologia, depois de viajar por 127 países e pisar em todos os continentes. Sou a primeira e única mulher brasileira a ter estado na ESTRATOSFERA. Experimentei a Culinária de todos os países por onde passei. Expert nos temas Turismo, Gastronomia e Beleza, convido todos os leitores para um Passeio Turístico e Gastronômico por todos os Continentes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*