Cônsul encerra SEMANA do URUGUAI com café da manhã em SÃO PAULO

Eventos de promoção mostram ao público brasileiro as vantagens e potencial para se investir no país e sua oferta exportável de alimentos de qualidade

A primeira edição da Semana do Uruguai no Brasil, promovida pelo Instituto Uruguay XXI (Instituto de Promoção de Investimentos, Exportações e Imagem País), reuniu 300 convidados e celebridades uruguaias com interesse em conhecer mais sobre os potenciais de investimento oferecidos pelo Uruguai em três ocasiões diferentes.

Na manhã dessa quinta-feira, um café da manhã com a presença de investidores brasileiros no Uruguai, fechou a semana do país por aqui. A Consul Geral do Uruguai em São Paulo – Melissa Rosano deu a boas-vindas aos demais. Em seguida, as vantagens oferecidas pelo Uruguai para investimento no país foram apresentadas pelo diretor do Instituto Uruguay XXI, Antonio Carámbula. Também esteve presente o Embaixador do Uruguai no Brasil, Gustavo Vanerio, que falou sobre os benefícios das transações entre Brasil e Uruguai.  E trazendo o exemplo prático aos 70 presentes, a diretora-proprietária da Viña Edén, Rosane Arkader, contou sobre a sua jornada ao empreender no país. “O governo é um grande parceiro, que por meio do Uruguay XXI, apoiou muito as exportações, e atualmente estamos 10 rótulos e 5 variedades de uvas” ressaltou Rosane.

Na quarta-feira, em um jantar no restaurante El Tranvia do Itaim, também em São Paulo, especialistas do setor cultural, arte e gastronômico contaram a mais de 150 convidados sobre a indústria de criativos e como tudo funciona por lá. Para isso, estiveram presentes Roberto Birindelli e César Charlone, profissionais uruguaios do audiovisual reconhecidos no Brasil, que num Talk Show debateram as vantagens do setor.

E no Sofitel, Rio de Janeiro, na tarde de segunda-feira, 24 de junho, o Instituto Uruguay XXI e a Embaixada do Uruguai receberam a 50 seletos convidados para um almoço típico uruguaio harmonizado com Tannat, Albariño, espumantes e dentre outras cepas, apresentando aos presentes as delícias, sabores, aromas e o talento futebolístico. O evento contou com a presença do jogador Diego Lugano, Roberto Birindelli, o sommelier Claudio Moreira Alves, a Consul Geral do Uruguai no Rio de Janeiro Maria Noel Reyes e o Embaixador Gustavo Vanerio.

Aproveitando esse potencial de mercado e no âmbito da Copa América o Instituto Uruguay XXI contou com a parceria e apoio do Uruguay Wine, da Embaixada e Consulados do país no Rio de Janeiro e São Paulo e do Ministério de Turismo do Uruguai, para a realização da Semana do Uruguai no Brasil.

POR QUE URUGUAI?

A afinidade cultural e complementaridade na hora de fechar negócios são pontos que diversas empresas brasileiras levam em consideração na hora da decisão de ampliar suas operações no Uruguai.  Um dos casos mais recentes é das Lojas Renner, que inaugurou sua primeira loja de 1.500 metros quadrados em setembro de 2017 no centro da cidade de Montevidéu. A empresa, que tem mais de 300 lojas no Brasil e presença em todos os estados brasileiros, decidiu ampliar suas operações no Uruguai e implementar mais quatro lojas localizadas em Shoppings da capital e no interior do país.

O investimento realizado pela empresa, além das fronteiras nacionais, ocorreu porque o Uruguai apresenta uma economia estável, um dos PIB per capita mais altos da América do Sul e um importante crescimento do consumo interno.

A pouco tempo o vizinho e o Brasil assinaram um acordo de eliminação da dupla tributação sobre o imposto de renda e sobre o patrimônio, bem como para prevenir a evasão fiscal. Esse acordo é uma ferramenta chave para estimular os investimentos e o comércio, especialmente em serviços e TICs – Tecnologias da Informação e da Comunicação.

Além disso, conquistou prestígio ímpar no setor alimentício que lhe abriu portas para os mercados mais exigentes do mundo conquistando presença às mesas de 150 países. Os vinhos uruguaios receberam diversos prêmios internacionais respaldados pela Organização Internacional do Vinhedo e do Vinho (OIV). Esses reconhecimentos estão reforçados pela aplicação da tecnologia à produção sustentável e de qualidade, como por exemplo o georreferenciamento de todos os estabelecimentos vitivinícolas do país e o pioneirismo de todos cultivos rastreados.

A história do vinho no Uruguai tem mais de 250 anos e essa é uma das causas que contribuíram com o reconhecimento que tem nos mercados internacionais. A uva Tannat se consolidou como a principal variedade do país por uma boa adaptação ao solo e ao clima.

Na atualidade possui um dos sistemas de informações mais completos e sofisticados do mundo. A boa reputação adquirida pela carne uruguaia se deve especialmente a esse sistema de rastreabilidade, que por lei é aplicado há mais de uma década em 100% do gado, permitindo acesso do consumidor a todas as informações do alimento que chega da natureza a sua mesa. O sistema de rastreabilidade uruguaio atinge também a produção de carne avícola, mel, cítricos, vinhos, entre outros produtos. Atualmente fornece alimentos a quase 30 milhões, ao tempo que tem potencial para atingir 50 milhões. Hoje, também se consolidou como exportador de serviços, hoje representando 44% do total das exportações do país.

www.investinuruguay.uy

www.buyfromuruguay.uy

About Dina Barile

Recebi o título de Doutora em Viajologia, depois de viajar por 134 países e pisar em todos os continentes. Sou a primeira e única mulher brasileira a ter estado na ESTRATOSFERA. Experimentei a Culinária de todos os países por onde passei. Expert nos temas Turismo, Gastronomia e Beleza, convido todos os leitores para um Passeio Turístico e Gastronômico por todos os Continentes.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*